De sempre o seu melhor!

De o seu melhor

 “Humildade não é se declarar pequeno. Humildade é reconhecer suas forças e suas fraquezas e perante isso buscar o seu melhor”.

Projota

 O sucesso é mais doce e o fracasso menos amargo quando você dá o máximo de si, seja qual for a situação

Vivemos um momento de turbulência, insegurança e muita modificação. Principalmente na área trabalhista e previdenciária, o que acaba gerando insegurança e também insatisfação. 

Você está satisfeito com o seu salário? Provavelmente não, pois são contínuas as reclamações a respeito da baixa remuneração que, como dizem, não dá para nada.

Ouve-se dizer que o dinheiro que se ganha ao final do mês mal dá para quitar débitos anteriormente assumidos. O estranho em tudo isso é que, se as reclamações pela melhoria dos salários provêm de todas as classes trabalhistas, o que se verifica em questão de qualidade de trabalho é quase o caos.

Não se percebe, falando de forma generalizada, que as pessoas se preocupem em realizar bem a sua tarefa. Balconistas apressados, servidores desatenciosos, vendedores impacientes. Em todos os lugares nos deparamos com criaturas que somente pensam em olhar para o relógio, no aguardo do final do expediente, atendendo suas tarefas com descuido e até desleixo.

À conta disto, decai a qualidade e trabalhos contratados são concluídos e entregues de forma afoita. Se digno é o trabalhador do seu salário, é também muito justo que o trabalhador execute o seu trabalho com disposição e cuidado.

Que nos custará, se esforçar para fazer o nosso melhor possível. Não importa qual seja nossa profissão, qual seja a nossa tarefa. O que importa, e muito, é que façamos o serviço direito, aprimorando-nos na sua execução. 

Quer se trate de lavar uma simples peça de roupa, ou lidar com sofisticados aparelhos computadorizados, é necessário que nos conscientizemos de que, tanto quanto desejamos receber dos demais o melhor, compete-nos doar o melhor.

Portanto, antes de prosseguirmos a reclamar da nossa remuneração, revisemos a qualidade dos nossos serviços. Preocupemo-nos muito mais em nos tornarmos excelentes profissionais, o que significa criaturas responsáveis, ativas, competentes.

Margot Fonteyn foi uma grande bailarina clássica do século passado. Suas sapatilhas usadas são consideradas peças raras de leilão. Caríssimas. Sapatilhas com mancha de sangue.

Antes de entrar no palco, enquanto as outras bailarinas conversavam e se arrumavam, ela se exercitava ao lado da barra. A dor nos pés nunca a fez deixar de dançar. Tinha sim um fluir mágico, a capacidade de esquecer-se de si mesma, de se tornar a música, a dança, a personagem.

Grandes atores, atrizes, bailarinos, bailarinas, artista  são assim. Grandes pessoas são assim. Pessoas comuns, cujo o nome não aparece nos jornais e nas revistas. Desconhecidas do grande público. Sem se preocupar com a fama  nem com fortuna, vivem em plenitude, com a alegria simples de fazer o seu melhor.

Nem sempre a gente pode fazer só aquilo que gosta. Muitas vezes , aliás precisamos realizar o que é necessário. Mas nem por isso devemos nos sentir infelizes. Fazer coisas que dão prazer é o sonho de todos, porém, se isso não é possível no momento. O que custa se esforçar para torna-la prazerosas.

A verdade é: quem aprende a gostar do que faz descobre a felicidade de forma igualmente gratificante como se tivesse fazendo o que sempre sonhou fazer. Porque quem só consegue ser feliz quando o que se planejou acontece, tem pouquíssimas chances de sorri com verdade. É isso! Não devemos nos esforçar para ter prazer, mas encontrar prazer no esforço.

É na diversidade diária do trabalho que agente encontra o prazer de executa-lo.

2 ideias sobre “De sempre o seu melhor!

  1. I’ve recently started a web site, the info you offer on this web site has helped me tremendously. Thanks for all of your time & work. “Show me the man who keeps his house in hand, He’s fit for public authority.” by Sophocles.

  2. Thanks fordesigned forin favor ofin support of sharing such a nicepleasantgoodfastidious thoughtideaopinionthinking, articlepostpiece of writingparagraph is nicepleasantgoodfastidious, thats why i have read it fullycompletelyentirely

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>