Nossos conflitos interiores

Resultado de imagem para conflitos interiores

Conforme diz Marx Otto: ” A fonte mais profunda da filosofia de um homem aquela que o plasma e sustenta, é a fé ou a falta de fé no gênero humano. Se ele acredita nos seres humanos e que algo de belo pode ser conseguido graças a eles, formará ideia a respeito da vida e do mundo de acordo com a sua confiança. A falta de confiança produzirá ideias correspondentes.

Havia uma velha, segundo ouvi dizer, que foi ao mercado para vender ovos, e adormeceu na beira da estrada. Por ali passou um vendedor ambulante que, ao vê-la, cortou a saia dela em toda volta, até os joelhos, deixando-a tremendo de frio. Quando acordou, começou a sacudir-se de frio e depois, horrorizada, achou que não era ela mesma.

De si pra si, falou que o cãozinho dela a reconheceria ao chegar em casa e sacudiria o rabo, e que se ela não fosse ela mesma, ele ladraria e uivaria. Foi então para casa e ainda ás escuras o cãozinho começou a ladrar e ela pôs-se a correr dizendo: “Que Deus tenha piedade de mim! Eu não sou eu.”

Fonte: No original, esta história figura sob a forma de uma canção de ninar, de tradução extremamente difícil.

A vida é luta e lida, desenvolvimento e maturação

Nota♣ Esses dias me fizeram a seguinte pergunta? Caso você fosse chamada para se apresentar perante aos nossos maiores,  do outro lado da vida, você diria que é feliz? Respondi que sim, porém, quero me aperfeiçoar.